Filial Petrópolis do
Racionalismo Cristão




Fernando Faria, 1930-1995

 

Biografia de Fernando Faria
Presidente Astral da Filial Petrópolis

Fernando Faria nasceu no dia 15 de outubro de 1930 na cidade de Pires do Rio, estado de Goiás. Ainda criança, seus pais mudaram-se para São Paulo, onde estudou e formou-se em eletrotécnica.

Recém formado, foi contratado pelo Conselho Nacional de Petróleo, na construção da refinaria de Cubatão, a qual posteriormente passou a integrar a Petrobrás. Nessa empresa ocupou vários cargos de confiança na área de engenharia elétrica, onde chefiou a seção de manutenção elétrica durante 12 anos. Nesse período, fez parte de várias comissões, simpósios e seminários técnicos, tendo apresentado em 1963, ao Instituto Brasileiro de Petróleo, anteprojeto de normas técnicas para instalações elétricas à prova de explosão, o qual foi aprovado e encaminhado à ABNT.

Terminada a construção da refinaria, Fernando foi transferido para a parte da administração. Resolveu ele, então, cursar a faculdade de Administração de Empresas da Fundação Lusíadas em Santos, para melhor cumprir as suas funções na área de engenharia e suprimentos de materiais, onde desenvolveu e implantou vários sistemas mecanizados de previsão e controle de estoques.

Durante a revolução militar, quando o exército ocupou a refinaria, os militares pediram aos petroleiros que escolhessem um representante da confiança deles, para fazer parte da comissão de inquérito. Fernando foi escolhido por aclamação unânime de milhares de operários.

Aposentou-se como chefe do setor de estudos de suprimento, em 1988, com 35 anos de serviço. Foi o único funcionário a receber uma festa de despedida dentro das dependências da refinaria, quando ganhou de presente uma placa de prata e um relógio todo de ouro (que nunca usou), para o que contribuiram desde o contínuo do escritório até o Superintendente, o que muito o emocionou.

Fernando foi casado durante 34 anos com Sonia Paronetto Faria, com a qual teve três filhos: Sueli, Flavio e Silvia. Teve três netos: Boris, Fernanda e Maria.

Entrou para Doutrina em 1989, na Filial Santos, onde exerceu a função de diretor até a sua desencarnação no dia 21 de outubro de 1995, vítima de um acidente rodoviário na Rodovia Presidente Dutra, aos 65 anos de idade.

Deixou dois livros publicados durante a sua vida física: Racionalismo Cristão responde e A chave da sabedoria", e um publicado após a sua desencarnação: Para quando os reveses chegarem". Deixou também um estudo, que é um magnífico trabalho de pesquisa, sobre a fundação da doutrina racionalista cristã, trabalho este apoiado em documentos, livros, atas e publicações da época. Infelizmente, devido ao tamanho da obra, tornou-se inviável a sua publicação.

Fernando Faria em vida física foi um exemplo de filho, irmão, esposo, pai, avô, amigo, funcionário, colega e acima de tudo um racionalista cristão.

No dia 21 de março de 2001, seis anos e sete meses após a sua desencarnação, este espírito assumiu a Presidência Astral da Filial Petrópolis do Racionalismo Cristão, substituindo Alves Mendes que ascendeu a mundos mais iluminados.

De "Biografia de Fernando Faria" para a primeira página

Copyright©2005 racionalismo-cristao.org.br. All Rights Reserved